quarta-feira, 1 de outubro de 2014

01.10.2014




Bom dia. Olhem só quem apareceu.Com a meia noite do dia 30 de setembro chegou o dia 1 de outubro, junto com o dia primeiro vieram mais medos. Em novembro faço 17 anos, e agora eu penso. O que vou ser da vida? O que estou fazendo aqui? O que o futuro me reserva? Eu tenho medo do futuro, medo de não ser ninguém na vida. Se esse fracasso piorar... Não sei o que faço. Esse ano foi o meu limite, estou a ponto de me reduzi a pó. Os pensamentos de acabar com tudo isso de uma vez nunca me atormentaram tanto como nesse 2014. Mas o que mais me assusta além de de não ser ninguém na vida, é o medo de acabar ficando sozinha. Hoje me disseram umas verdades que sou obrigada a concordar, mas prefiro discordar.

Bom, uma menina que entrou recentemente na escola começou a gostar de mim, mas eu nem a vejo como amiga mais. Ela sempre me chamava pra andar com ela no recreio, mas o que fazia era me ignorar pra conversar com outras pessoas. Resumindo: ela só era minha amiga mesmo pelo whatsapp e twitter. Agora vem com esse papo de que está gostando de mim desde que me distanciei dela. O pior de tudo, é que as minhas amigas querem que eu goste dela, me apaixone por ela, ficam colocando pressão todos os dias. O que não tem a minima chance de acontecer, ela não me atraí e eu não sou uma pessoa de quem alguém deveria gostar.

Vamos ao que interessa. Resolvi me tornar vegan e parar de consumir qualquer produto que seja de origem animal/tenha sido testado em animais. Acho que é o minimo que sou obrigada a fazer como ser humano. Isso faz um mês e então eu perdi 3 quilos, o que não é grande coisa. Ontem acabei miando e hoje não deu pra fazer isso, quando não mio me sinto o peso do mundo... Preciso parar de tomar coca-cola, mas parece que é impossível, eu nunca sinto falta de carne, mas a coca-cola é uma droga pra mim.

Antes de entrar aqui eu acabei chorando, as crises de choros estão mais frequentes, tudo está mais frequente do que nunca. Enfim, espero que vocês estejam indo bem. ♥

Até mais.

2 comentários:

Ana Alves disse...

Oi Isabela!
O futuro... eis um grande fantasma para muitas de nós.
O que posso te dizer? Tenho 19 anos, em janeiro faço 20. Não estou na universidade, não tenho trabalho... Parece horrível, e às vezes fico louca em pensar nisso. Mas tenho tentado ser paciente comigo mesma, sei que tenho dificuldade em ser pressionada, sei que tenho problemas pra conviver com pessoas e etc... E não estou de braços cruzados. Estou tentando melhorar, mas sem me apavorar.
Minha dica é: faça planos, mas vá com calma, não se cobre nem se pressione muito.
Um abraço ♡

Madame Faminta disse...

ooi, pelo que me parece, vc é interessante e vai continuar surgindo pessoas que gostem d vc. Elas não vão gostar de pessoas perfeitas, pq isso não existe... e vc não precisa sempre pensar no futuro inteirinho. Hoje vc pensa em hoje =) bjooss

http://madame-faminta.blogspot.com.br/

Postar um comentário